Quando as pessoas simplesmente começam a namorar, elas ainda acreditam que podem facilmente superar todas as dificuldades. Eles acreditam em sua própria singularidade e no fato de que a crise dos relacionamentos de amor nunca se interponha no caminho da sua nuvemfelizmente. Depois de um tempo, ambos os amantes se olham e não vêem mais aqueles que amaram uma vez. Tudo mudou. Os velhos hábitos começaram a irritar, e a gestão da economia não toca mais e não é considerada um incômodo para as brigas. O amor desaparece e o que fazer quando o relacionamento está parado? Você deve deixar ou manter os restos da família?

Responda autenticidamente a essas questões. Ninguémpode, exceto para as próprias pessoas, quem terá que fazer uma escolha difícil em suas vidas. Seu relacionamento, como qualquer processo, requer algum desenvolvimento, e a lacuna também pode ser considerada um certo passo no seu desenvolvimento. A primeira crise nas relações ultrapassa um casal após um ano de comunicação ou uma vida conjunta. Começam a notar uns aos outros os detalhes que não eram tão importantes antes. Se ontem a menina se reconciliou com o fato de que seu amado escolhe os dentes após o jantar e dotou esse ato com um significado romântico especial, hoje está pronta para se separar dele por causa disso. As pessoas começam a ver parceiros reais que às vezes não têm nada a ver com seus personagens românticos de ficção. E se houver uma crise nas relações?

Só pode haver duas opções para resolver issoProblemas: fique ou vá. Se os amantes decidirem manter seu relacionamento, então eles precisam falar francamente uns com os outros, tentar chegar a algum denominador comum. Não insultar ou aumentar a voz no momento da conversa, e também não encontrar uma saída para a situação, transferir sua decisão para uma posição horizontal. Talvez por algum tempo o problema seja removido da agenda, mas então surgirá novamente, mas em um volume muito maior.

Alguns casais, percebendo sua crise noas relações, decidem se separar. Vá para um passo tão decisivo deve ser apenas no caso de você entender que, nestas circunstâncias, você não ficará feliz com essa pessoa. Essa variante do desenvolvimento dos eventos é possível se as pessoas não se amassem, mas tudo, apenas estava sob o poder de uma forte inclinação. A paixão passou, e com ela o desejo de estar juntos. Partir neste caso não é a pior variante do resultado dos eventos, uma vez que ambos têm a chance de uma nova felicidade.

O próximo período difícil na vida do casaltorna-se uma crise de 3 anos em um relacionamento. Nesta fase, a vida familiar já está tomando seus limites claros. Tudo é o mesmo e medido dia a dia, o que cria a ilusão de alguma estabilidade. Durante este período, a atração sexual das pessoas diminui, os deveres conjugais tornam-se deveres. Aproximadamente, neste momento, muitos casais decidem ter um filho, o que agrega a suas vidas um grande número de novos problemas e preocupações. Aqui, verifica-se que nem todos estão prontos para se tornar pais ou ter imaginado esse papel de forma diferente. Comece brigas e escândalos causados ​​pela constante fadiga e falta de sexualidade. Como superar a crise nas relações nesta fase?

Já é mais difícil sair, porque as pessoasComece a se conectar uns com os outros, não apenas momentos agradáveis ​​de compartilhamento de passatempos, mas também vida, crianças, compras e assim por diante. Muito em relação a este ponto está em jogo, que seria tão fácil abandonar o relacionamento. Neste caso, é necessário falar francamente, expressar seu descontentamento motivado e tentar encontrar maneiras de resolver o problema. Você não precisa escapar de uma conversa ou adiá-la permanentemente em uma data posterior. Com o tempo, o problema resolvido ajuda a salvar o mundo da família.